Evento internacional em Maputo explora potencial das indústrias criativas

Nos dias 14 e 15 de setembro, a INOVA+ organiza o evento “Criatividade e Empreendedorismo – descobre o potencial das indústrias criativas” em parceria com o Camões – Centro Cultural Português em Maputo (CCP) e o estúdio ANIMA, e com o apoio institucional do Ministério da Cultura e Turismo de Moçambique.

O evento irá juntar cerca de 50 jovens criativos de vários setores (música, dança, teatro, design, etc.) com empresas, formadores, especialistas e financiadores, para explorar o potencial da aliança entre empreendedorismo e criatividade no século XXI. O programa, que se estende por dois dias, inclui um painel sobre os desafios dos negócios na área criativa, a apresentação de projetos criativos em “pitching”, workshops práticos, debate e feira de networking. Serão também exploradas possibilidades de cooperação com empreendedores e entidades de outras regiões do mundo através da plataforma online Creative Tracks.

Esta iniciativa surge no âmbito do projeto Creative Tracks, co-financiado pela União Europeia e liderado pela INOVA+. Com o mote “talentos sem fronteiras”, o Creative Tracks é uma iniciativa de alcance mundial onde mais de mil empreendedores e redes de apoio ao empreendedorismo cultural e criativo de 84 países estão ligados através de uma plataforma na internet. Em paralelo, os parceiros Creative Tracks organizam eventos em vários países para potenciar o contacto direto entre as partes interessadas (artistas, empresas, redes, novos empreendedores, financiadores, etc.) e para desenvolver competências de empreendedorismo necessárias no setor.

Os eventos têm lugar em cinco cidades europeias, uma cidade americana (realizou-se no Rio de Janeiro a 23 e 24 de junho 2017, também organizado pela INOVA+) e uma cidade africana: Maputo. O evento final do projeto será realizado na China no mês de dezembro.

As Indústrias Culturais e Criativas são hoje reconhecidas, a nível mundial, como setores de grande potencial aos mais diversos níveis. A criatividade, o conhecimento cultural e a propriedade intelectual são as bases para criar e disponibilizar novos produtos e serviços em áreas como cinema, arquitetura, artes performativas, artesanato, joalharia, moda, entre várias outras. São já visíveis – mas poderão ser muito potenciados – os resultados desta característica virtuosa das ICC: conciliar aspetos culturais, económicos, sociais e tecnológicos com vista a um desenvolvimento sustentável.

As inscrições para o evento em Maputo encontram-se encerradas, mas poderá recolher informação sobre esta plataforma e sobre os eventos a ela associados em www.creativetracks.org ou através do endereço info@creativetracks.org.